close
logorovivo2

TRANSIÇÃO: Deputado Laerte Gomes se reúne com diretoria do Grupo Energisa

Parlamentar e vereadores de Cacaulândia cobraram melhorias para distribuição de energia no município

ALE/RO

14 de Novembro de 2018 às 17:00

TRANSIÇÃO: Deputado Laerte Gomes se reúne com diretoria do Grupo Energisa

FOTO: (ALE/RO)

O líder do governo na Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB) informou que nesta quarta-feira (14) esteve na sede do Grupo Energisa, empresa que no final de outubro deste ano assumiu o controle da Eletrobrás Distribuição Rondônia, antiga Centrais Elétricas de Rondônia (Ceron), em Porto Velho adquirida em leilão realizado pelo Bndes, no último mês de agosto.

 

Acompanhado da presidente da Câmara de Cacaulândia, Neuzinha Vieira (PSD), do vereador Edinez Paixão dos Santos “Piti” (PMN), do presidente da Associação Comercial de Cacaulândia (Acica), Jozivaldo Santos e do advogado Rodrigo Bueno, o deputado foi recebido pelo novo diretor-presidente da empresa, André Theobald e pelo diretor de Relações Institucionais da unidade, Luiz Marcelo Reis de Carvalho.

 

O parlamentar e os representantes municipais cobraram da nova gestão, melhorias na rede de distribuição elétrica de Cacaulândia, que segundo os vereadores, é considerada bastante antiga.

 

“Eles alegam que frequentemente o município fica sem energia, o que acarreta uma série de transtornos à população”, revelou o deputado.

 

André Theobald informou aos visitantes que, em 2019, a Energisa planeja investir no Estado, aproximadamente, R$ 470 milhões, visando à melhoria da qualidade dos serviços, do atendimento para os consumidores e da expansão do sistema elétrico. O montante é mais que o dobro do investido pela Ceron em 2017 e quase o triplo dos anos anteriores.

 

Os investimentos que faremos irão recuperar a capacidade da empresa de atender aos clientes com eficiência e qualidade”, garantiu Theobald.

 

De acordo com o deputado, os aportes incluem a expansão do sistema de distribuição para as regiões atendidas pelo sistema isolado (usinas termoelétricas), a ampliação e modernização dos sistemas, a construção de novas subestações, dentre outras melhorias.

 

O recurso já foi autorizado pelo Grupo Energisa e uma empresa de consultoria técnica foi contratada para realizar análise para estudo dos locais onde serão feitos os investimentos e em quais redes.

 

Os diretores da Energisa ressaltaram que os investimentos para a melhoria dos sistemas de distribuição de redes serão anuais. Sobre o sistema isolado de distribuição de energia, de acordo com a empresa, apenas cerca de três a quatro usinas termoelétricas permanecerão atendendo localidades mais distantes, a exemplo dos distritos.

 

Segundo eles, as demais, serão interligadas com o restante do Estado por meio de linhas de transmissão. Tudo isso ajudará a impulsionar o desenvolvimento da região", informou o deputado.

 

Diferente de como acontecia enquanto empresa estatal, André Theobald comparou a agilidade com que a Energisa trabalhará com os investimentos. Já Laerte falou da importância da parceria entre iniciativa privada e Poder Público, e da celeridade que o trabalho conjunto dá aos bons resultados.

 

Anteriormente, quando era uma empresa pública, existia toda uma burocracia, onde um processo licitatório demorava até seis meses. Hoje, de cinco a 10 dias é possível resolver tudo”, enfatizou o deputado.

 

Laerte parabenizou os novos diretores da empresa de energia de Rondônia, desejou sucesso ao grupo e se colocou à disposição para contribuir no que for necessário.

 

Esses investimentos serão fundamentais para garantir uma energia de qualidade ao nosso Estado. E com isso, conseguiremos atrair mais empresas, gerar mais empregos e, consequentemente, oferecer ao consumidor rondoniense, a prestação de um serviço equivalente à tarifa que ele paga todo mês”, concluiu o deputado Laerte Gomes.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS