close
logorovivo2

VIOLÊNCIA: “Vamos mudar o Brasil nem que seja na bala”, diz filho de Bolsonaro

Declaração foi postada e apagada em seguida no Twitter por Eduardo Bolsonaro, rebatendo propaganda de Geraldo Alckmin

METROPOLIS

3 de Setembro de 2018 às 17:06

VIOLÊNCIA: “Vamos mudar o Brasil nem que seja na bala”, diz filho de Bolsonaro

FOTO: (Divulgação)

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), usou suas redes sociais para responder a uma crítica feita pelo candidato tucano Geraldo Alckmin (PSDB), em propaganda veiculada na TV. No vídeo, uma bala perfura vários objetos e fica alojada perto da cabeça de uma criança, com a seguinte mensagem: “Não é na bala que se resolve”.

 

O texto ataca o posicionamento de Bolsonaro, que defende com rigor o uso e porte de armas para cidadãos comuns. Eduardo, que além de deputado é escrivão da Polícia Federal, publicou em seu Twitter resposta à peça publicitária.

 

“Sr. Geraldo Alckmin, vulgo ‘merenda’, essa é a mensagem que o Brasil precisa. Necessitamos de homens e mulheres para botar ordem nesta baderna que pessoas como o senhor insistem em perpetuar”, disse o parlamentar, em um tuíte acompanhado de vídeo que ironizava o filme de Alckmin.

 

A publicação foi apagada logo depois, mas internautas já haviam salvado o comentário, que gerou preocupações (veja abaixo): “Vamos mudar o sistema corrupto, nem que seja na bala”.

 

O tuíte de Eduardo Bolsonaro acompanhava vídeo que alterava algumas palavras da propaganda original de Geraldo Alckmin, como “desvio de dinheiro da merenda escolar” e “desvio de milhões de obras contra a seca”.

 

Reprodução/Twitter

REPRODUÇÃO/TWITTER

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS