close
logorovivo2

Vereadores ouvem mais três pessoas responsáveis pelo pó branco

A grande parte das assinaturas do recebimento do pó branco do ano de 2017, estava sendo realizado pelo senhor Adalmir Costa, que segundo informações é um dos assessores do prefeito Hildon Chaves.

ASSESSORIA

16 de Abril de 2018 às 12:00

Vereadores ouvem mais três pessoas responsáveis pelo pó branco

FOTO: (Assessoria)

No final da manhã desta sexta-feira (13), a vereadora Ellis Regina (PC do B), Cristiane Lopes (PP) e a assessoria de Aleks Palitot (PTB), ouviram três servidores da Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Serviços Básicos (Semisb) para apurar informações da suposta compra de mais de 15 mil sacos de Cal, através do processo 10010091/2017.

 

Os vereadores ouviram os funcionários da prefeitura de Porto Velho que fazem parte da comissão de recebimento do produto químico e a equipe responsável pela pintura dos meios feios da Capital Porto Velho. No dia 7 de maio de 2017, o almoxarifado da Semisb recebeu 5.900 sacos de Cal. Segundo o que consta nos documentos, no dia 9 do agosto de 2017 chegaram mais 5.835 sacos, do mês 3 ao mês 8, mais 5.900, do mês 8 de 2017 até o mês 3 de 2018, foram usados 5.835 sacos. No dia 26 de maio chegaram mais 2.000 sacos.

 

A grande parte das assinaturas do recebimento do pó branco do ano de 2017, estava sendo realizado pelo senhor Adalmir Costa, que segundo informações é um dos assessores do prefeito Hildon Chaves (PSDB) na secretaria e o responsável pelo setor de compra e venda.

 

Em setembro de 2017 foi realizado apenas um serviço de pintura, pois o produto da gestão passada já não existia mais nas dependências da secretaria, com o desfile do dia 7 de setembro, foram adquiridos 40 sacos de Cal para pintar a Avenida Emigrantes para receber o desfile militar.

 

Em outubro a equipe de pintura informou que a pasta dos serviços básicos adquiriu 500 pacotes, 400 foram utilizados para realizar os serviços na estrada do cemitério de Santo Antônio, Avenida Almirante Barroso, na prefeitura de Porto Velho e em algumas partes no viaduto. Após  a oitiva na Casa de Leis municipais, vereadores encaminharão as informações ao MP e o TCE-RO para analisar os fatos e encerrar o caso.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS