close
logorovivo2

TECNOLOGIA - Sonho e realidade, Infovia Rondônia

Sua operacionalização proporcionará significativa redução dos custos de comunicação e infraestrutura de suporte seguro à implantação das políticas públicas

BLOG DO CONFÚCIO

31 de Março de 2017 às 09:49

TECNOLOGIA  - Sonho e realidade, Infovia Rondônia

FOTO: (Divulgação)

A infovia é uma infraestrutura de comunicação através de fibra ótica, que objetiva fornecer um conjunto de serviços convergentes de voz, dados e imagens em alta velocidade, desempenho e disponibilidade aos órgãos do governo rondoniense. Sua operacionalização proporcionará significativa redução dos custos de comunicação e infraestrutura de suporte seguro à implantação das políticas públicas.

É importante que se registre na história deste Estado, quando iniciou tudo isto e a data mágica, que a nossa infovia foi marcada, como uma verdade verdadeira, o dia 17 de março passado, data será registrada, em nós todos da equipe, que lutamos por anos a fio, para que este projeto fosse viabilizado plenamente. E a data da visita de representante da Telebrás, que efetuará conosco parceria firme, para que a nossa rede seja sustentável e que nos próximos dias, será lançado no espaço um satélite, que nos dará suporte, de qualidade na oferta de serviços de cobertura de Internet de alta velocidade e todo eixo da BR – 364 estará conectado até o dia 30 de maio.

Rondônia entrou de vez para a Quarta Revolução Industrial. E espero que traga para todos nós grandes e imprevisíveis resultados positivos para a nossa economia, porque farta e boa oferta de serviços de Internet de alta velocidade, marcará para sempre a nossa história e com ela há de trazer negócios novos e riqueza para todos.

A Infovia Rondônia atende a necessidade de criação, concentração e operação de uma rede exclusiva de comunicação de alta velocidade para o Governo do Estado. Órgãos do Governo e parceiros conveniados serão interligados fisicamente, através de fibra ótica.

Atualmente já está em operação os anéis metropolitanos da cidade de Porto Velho, com 300km de fibra óptica, e do município de Ariquemes, com 35km de fibra. A partir de agosto inicia-se as obras nos municípios de Candeias do Jamary, Jaru, Ouro Preto, Ji-paraná, Cacoal, Pimenta Bueno, Vilhena, Guajará-Mirim, Espigão do Oeste e Rolim de Moura.

Os anéis metropolitanos serão conectados ao backbone central (espinha dorsal/rede de transporte) à  estrutura do linhão de alta tensão da Eletrobrás que interliga a energia elétrica gerada pelas Usinas do Madeira ao eixo da região centro-sul brasileira, para que se possa também ter os serviços de internet em alta velocidade. Armários centrais estão sendo instalados em pontos estratégicos de todas as cidades rondonienses para estabelecer pontos de conexão à rede estadual e distribuí-la através dos anéis óticos municipais. A gerencia central da rede está localizada no Palácio Rio Madeira em Porto Velho, complexo de prédios que centraliza a maior parte da organização governamental do Estado, e abrigará o comando das execuções gerenciais da Infovia.

A TELEBRÁS disponibilizou conexão e banda da alta velocidade em sua rede de fibra ótica para a conexão e transporte dos dados para o Estado que, em contrapartida, disponibilizará os anéis óticos municipais para o Governo Federal avançar com o Plano Nacional de Banda Larga – PNBL na região norte.  Para o restante dos municípios fora do eixo da BR-364 o Governo do Estado de Rondônia está buscando uma solução tecnológica para em 2018 implantar  os anéis metropolitanos, ou mesmo disponibilizar, por meio de outra tecnologia o acesso a rede mundial para as prefeituras e escolas carentes deste modal de infraestrutura.

Ainda, numa outra vertente, o Governo do Estado criou o projeto Espaço Digital, o projeto visa contribuir para a inclusão social, através de acesso gratuito à internet em espaços públicos via wireless (rede sem fio), criando vários pontos de internet (Hotspot), em conjuntos habitacionais, praças e outros logradouros. Nos Distritos de Surpresa – Guajará-Mirim e Calama (Baixo Madeira). E gradualmente, levaremos a Internet às comunidades isoladas.

Este é o maior projeto do meu Governo. Ele é o começo, simplesmente. Como será no futuro, não sei, mas, a flecha do que era improvável, agora, é realidade e tudo isto e seus efeitos, não terá fim. E muitas glórias à Rondônia por tudo isto. Glória! Eu preciso que a Secretaria de Saúde entre no projeto, porque até agora ela está  arredia e isto não é bom. Importante, que o Secretário Pimentel assuma a dianteira, senão ficará para trás e confesso que darei pouquíssimo tempo para a SESAU, senão tomarei o serviço para mim, e que será executado. Ninguém ficará de fora.

O Espaço Digital pretende-se reduzir a exclusão digital e contribuir com o fortalecimento da educação e cultura, na difusão do conhecimento e no desenvolvimento econômico do Estado. Além disso, a implantação do projeto contribuirá para redução das desigualdades regionais e estará fortalecendo o pacto federativo, determinado na Constituição Federal, com a modernização da gestão pública.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS