close
logorovivo2

A importância do voto

POR VALDEMIR CALDAS

4 de Junho de 2019 às 15:29

No momento em que as ambições políticas se assanham no município de Porto Velho, movidas pela aproximação das eleições para prefeito e vereadores, com enganadores da consciência social lutando, desesperadamente, para se manterem na crista da onda, torna-se imperioso que o eleitor redobre os cuidados para não cair, mais uma vez, no canto de sereia de políticos espertalhões, com seus discursos falsamente moralizadores.

 

Porto Velho está mergulhado num pântano de problemas, com relevo para a saúde, o transporte coletivo urbano e o transporte escolar rural e fluvial, dentre outros setores da administração. Por isso, as nossas representações políticos precisam corresponder à dinâmica dos anseios da população e às aspirações da coletividade amadurecidas no tempo.

 

As eleições vindouras precisam representar o pensamento politico em evolução. Não podemos perder mais tempo com discursos recheados com tintas de demagogia, com promessas estéreis, que nada contribuem para resolver os graves e complicados problemas contra os quais a sociedade se debate. Se errarmos, novamente, por certo, vamos ter os nossos sofrimentos aumentados. É ilusão buscar o voto nas juras de amor à cidade, nas promessas vãs, na distribuição de benesses e outras coisas do gênero que antecedem as eleições.

 

Lembre-se de que a escolha tem que ser nos melhores, calcada, sempre, em critérios éticos, na competência, na sinceridade, na defesa de princípios, na formação moral e no espirito público, dentre outras qualidades. As más escolhas é que dão causas aos desmandos e às picaretagens, patrocinadas com o meu, com o seu, com o nosso dinheiro.  Os exemplos estão aí, para quem quiser vê-los.

 

A cidade de Porto Velho mais parece terra arrasada. Poucas vezes estivemos tão mal representados como agora, com pouquíssimas exceções. Assistimos a um espetáculo grotesco de incúria, com a politicalha tentando de todos os meios e métodos condenáveis calar, na consciência coletiva, os ideais da razão, da renovação, do respeito e da dignidade. Se insistirmos em continuar navegando nessa canoa furada, jamais chegaremos a um porto seguro.

 

Precisamos recrutar os melhores para os quadros políticos de Porto Velho, os mais capacitados para a missão pública, que saibam escolher as decisões mais úteis e adequadas à resolução dos problemas coletivos e que não venham a usar o mandato como instrumento à satisfação de interesses pessoais ou de grupos. Vamos valorizar o nosso voto, pois ele é muito importante.

 

MAIS COLUNAS

Valdemir Caldas

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS