close
logorovivo2

NÃO RESISTIU: Morre homem que recusava atendimento após levar facadas em bar

O suspeito do crime, Adriano Francisco N., 42, foi preso e levado para a Central de Flagrantes

RONDONIAOVIVO

11 de Março de 2019 às 08:32

NÃO RESISTIU: Morre homem que recusava atendimento após levar facadas em bar

FOTO: (Rondoniaovivo)

Morreu no hospital João Paulo II, Francisco Oliveira Monteiro, 39, vítima de golpes de faca na tarde de domingo (10) em um bar na Rua Três e Meio com Alvorada, bairro Floresta, na zona Sul de Porto Velho (RO). O suspeito do crime, Adriano Francisco N., 42, foi preso e levado para a Central de Flagrantes.

 

VEJA MAIS:

 

Homem atacado com várias facadas recusa atendimento e causa confusão

 

Após levar várias facadas na região do tórax e abdômen, a vítima recusava atendimento médico e foi necessário muita insistência de socorristas do Samu, de policiais militares e de familiares dele para convencê-lo a ser levado para o hospital João Paulo II. 

 

Francisco acabou não resistindo durante o procedimento cirúrgico.


Relembre


Após sofrer tentativa de homicídio a golpes de faca na  tarde deste domingo (10) na região de um bar na Rua Três e Meio com Alvorada, bairro Floresta, zona Sul de Porto Velho (RO), Francisco Oliveira Monteiro, 39, deu muito trabalho para equipes do Samu e da PM ao recusar atendimento médico. O suspeito do crime,  Adriano Francisco N., 42, foi preso em flagrante.


 
Segundo o Rondoniaovivo apurou no local, a vítima estaria ingerindo bebida com o suspeito e em dado momento ambos se desentenderam. Durante a luta corporal, a vítima acabou atacada com pelo menos quatro facadas no tórax e abdômen.


 
Uma guarnição da Polícia Militar passava pelo local e deteve o suspeito em flagrante. O Samu foi acionado e a vítima passou a recusar atendimento médico, mesmo estando perdendo muito sangue. Depois de muita insistência, o homem aceitou ser socorrido e levado ao hospital João Paulo II. A mãe e a irmã  da vítima  revoltadas com o crime, agrediram e tentaram arrebatar o suspeito, que já estava dentro da viatura da PM.


 
Os militares tiveram muito trabalho para conter as mulheres e impedir que o suspeito continuasse sendo agredido. Segundo ainda apurou o Rondoniaovivo, a vítima já estaria há três dias na rua ingerindo bebida alcoólica e teria desferido um soco no rosto do suspeito sem motivo aparente. Adriano foi levado para a Central de Flagrantes 

NÃO RESISTIU: Morre homem que recusava atendimento após levar facadas em bar
*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS