close
logorovivo2

SINAL VERMELHO: Vereadores convocam secretário da Semtran para dar explicações

Secretário de Transito, Carlos Henrique, teá que explicar detalhes do contrato firmado com a empresa Imagem Sinalização Viária Ltda -EPP

RONDONIAOVIVO/PAULO BESSE

9 de Novembro de 2018 às 09:59

SINAL VERMELHO: Vereadores convocam secretário da Semtran para dar explicações

FOTO: (Divulgação)

Os desdobramentos da investigação, sobre o caso do contrato de sinalização Nº 030/PGM/2018 - PROCESSO Nº 14.03103/2017 que foi assinado e publicado em 17 de abril de 2018, colocaram a Secretaria Municipal de Transito (Semtran) em xeque em relação ao contrato.  A secretaria foi alvo da “Operação Sinal Vermelho” que foi realizada na manhã de quinta-feira pela delegacia de repressão ao crime organizado (Draco).

 

Ao tomar conhecimento da operação, vereadores da capital se mobilizaram para acionar membros das comissões de transportes e finanças para uma reunião urgente. Depois de analisarem a situação, decidiram convocar para dar explicações sobre o ocorrido o secretario da pasta Carlos Henrique da Costa.

 

 

Carlos Henrique, terá que explicar as irregularidades encontradas pela investigação aos representantes das duas comissões, no dia 12 de novembro (segunda-feira) às 08h00. O contrato em discussão é o de nº 030/PGM/2018 firmado entre a prefeitura de Porto Velho e a empresa Imagem Sinalização Viária Ltda -EPP.

 

Fazem parte das comissões os vereadores e assinaram o requerimento: 

 

Junior Cavalcante - Presidente interino da Comissão de Transportes

Marcelo Reis - Presidente da comissão de finanças

Alan Queiroz - Membro da Comissão de finanças

Edwilson Negreiros - Membro da Comissão de Transportes. 

 

O Valor do Contrato é de R$1.575.000,00 ( hum milhão, quinhentos e setenta e cinco mil reais) e tem validade de 12 meses. 

 

"Não temos como ficar sem qualquer tipo de explicação sobre essas acusações que foram feitas contra a secretaria. Precisamos urgentemente de esclarecimentos dele e da prefeitura", disse Marcelo Reis.  

 

 

 

O que diz a Sentran



A Secretaria Municipal de Trânsito (Semtran) vem a público esclarecer que a Operação da Delegacia de Repressão as Ações Criminosas (Draco) realizada na manhã desta quinta-feira (08), na sede desta secretaria limitou-se a um mandado para buscas e apreensões de documento referentes a 2011.

 

Os documentos foram entregues imediatamente. A Semtran informa ainda que nenhum servidor do órgão foi preso no momento da operação.

 

 

*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS