close
logorovivo2

FACÇÃO: Membros do PCC atacam PM a tiros e confessam que mataram rival do CV

Segundo a polícia, os detidos teriam confessado ainda que iriam se vingar dos membros do CV

RONDONIAOVIVO

18 de Julho de 2018 às 07:19

Os supostos integrantes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital - PCC, identificados como Fábio S. M, 27,  Alan B. S., 27, Luan S. S., 20, Antônio Guilherme M. A., 19, André Guilherme A. S. 18, e um adolescente de 15 anos foram detidos na noite de terça-feira (17) acusados de tentativa de homicídio, associação criminosa e tráfico de drogas após trocarem tiros com equipes da Polícia Militar em uma residência na Rua Fabiana, próximo a Rua Daneila, bairro Cuniã, zona Leste de Porto Velho. Ninguém ficou ferido.

 

Dois dos suspeitos confessaram serem os autores do assassinato a tiros do apenado Wellington Lopes Pereira, 30, ocorrido na última sexta-feira (13), na Rua Maria de Lourdes, bairro Igarapé. 

 

Conforme relatos obtidos pelo Rondoniaovivo, uma equipe da Polícia Militar recebeu informações de que o bando estaria armado na casa planejando um ataque contra membros da facção rival Comando Vermelho (CV). Foi montado um cerco na residência, mas logo alguns dos suspeitos que estavam em cima do muro da casa passaram a atirar contra os policiais.

 

Neste momento houve o revide e a consequente troca de tiros. Um dos disparos chegou a atingir o capô de uma viatura descaracterizada da PM.

O bando saiu pulando muros e telhados de residências, mas todos acabaram interceptados. Eles alegaram ter visto um carro preto passando na frente da casa e atiraram porque imaginavam se tratar de membros rivais.

 

O suspeito André e o adolescente confessaram ter matado com vários tiros o apenado Wellington. Ambos disseram que a motivação seria devido o apenado ter agredido o menor. 

 

Em revista minuciosa na casa foram encontradas drogas, material para endolamento, balança de precisão, além de uma pistola calibre 380, revólver 38 e munições deflagradas.

 

Os policiais verificaram que o suspeito Luan foi baleado no braço durante um atentado na noite de sexta-feira (13) na praça do bairro Esperança da Comunidade. Na ocasião, cinco jovens foram baleados.

 

Segundo a polícia, os detidos teriam confessado ainda que iriam se vingar dos membros do CV, pois seriam os responsáveis pelo atentado na praça. Todos foram levados para a Central de Flagrantes.

FACÇÃO: Membros do PCC atacam PM a tiros e confessam que mataram rival do CV
*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS