close
logorovivo2

ALERTA - Delegado afirma que são apenas boatos desaparecimentos de crianças anunciados em rede social -VÍDEO

Jeremias disse que apenas um caso foi registrado até o momento, que se trata do menino Artur desaparecido no último dia 02/07 no quintal de casa quando brincava. Para o delegado essas mentiras que estão sendo criadas e publicadas nas redes sociais, apenas

DA REDAÇÃO

26 de Agosto de 2013 às 10:19

ALERTA - Delegado afirma que são apenas boatos desaparecimentos de crianças anunciados em rede social -VÍDEO

FOTO: (Divulgação)

Corre nas redes sociais um alerta sobre uma série de desaparecimentos envolvendo crianças que moram tanto na zona Sul quanto na zona Leste de Porto Velho. Em vista do aviso ter um conteúdo de prevenção, porém sem informações oficiais da polícia, o delegado da Divisão de Homicídios da Polícia Civil, Jeremias Mendes, em entrevista ao Rondoniaovivo na manhã desta segunda-feira (26) deixou claro para a toda população de Porto Velho que os anúncios de desaparecimentos de várias crianças, que estão sendo anunciados são todos boatos.

Jeremias disse que apenas um caso foi registrado até o momento, que se trata do menino Artur desaparecido no último dia 02/07 no quintal de casa quando brincava. Para o delegado essas mentiras que estão sendo criadas e publicadas nas redes sociais, apenas causam pânico na população e acabam de certa forma atrapalhando as investigações policiais.
Segundo o delegado, se essas crianças todas que dizem terem desaparecidos fossem verdade, os familiares já tinham ido até a delegacia de sua área ou até mesmo na DECCV (Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida) e registrado um comunicado. O delegado disse que até banners foram criados para alertar de seqüestradores que não existem.

Em hospitais e em escolas nenhum registro de desaparecimento foi comunicado até o momento, As investigações sobre o desaparecimento do menino Artur continuam.


 VÍDEO:

*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS