close

20 MIL VAGAS: Prefeitura anuncia novo cemitério público avaliado em quase R$ 1 milhão

Após meses de estudos, regularizações, reuniões e visitas, projeto está pronto

ASSESSORIA

21 de Fevereiro de 2020 às 15:06

20 MIL VAGAS: Prefeitura anuncia novo cemitério público avaliado em quase R$ 1 milhão

FOTO: (ASSESSORIA)

Após mais de 10 anos de avisos e preocupações na cidade sobre a escassez de vagas no cemitério Cristo Rei, o prefeito Eduardo Japonês (PV)  anunciou nesta sexta-feira, 20, o projeto do novo cemitério público de Vilhena, avaliado em R$ 935 mil, que será construído por meio de convênio com a JBS e terá aproximadamente 20 mil vagas, o dobro do atual. Além disso, o prefeito também revelou medidas que permitirão o uso da área já existente por mais dois anos.


 
Estamos enfrentando com coragem os grandes problemas crônicos da cidade e o belo projeto feito por nossos engenheiros para este cemitério parque é uma dessas ações que vai resolver uma celeuma já anunciada há muitos anos. Pretendemos realizar a licitação no primeiro semestre de 2020, iniciar a obra no segundo e ver o novo cemitério em funcionamento em 2021”, explica Eduardo Japonês.
 


A iniciativa só é possível agora após meses de estudos de solo, análises ambientais, reuniões, verificações de vegetação, infiltração de água, delimitação de áreas de impacto e inspeção de vários terrenos públicos no município. “Não tínhamos um terreno na zona urbana disponível para essa obra. Por isso, o projeto foi feito para ser construído em um local que hoje é área de expansão do município, próximo ao frigorífico. Agradeço à equipe da Semplan pelo grande trabalho administrativo e burocrático que permite atendermos mais essa demanda de Vilhena”, revela Ricardo Zancan, secretário municipal de Planejamento.


 
O PROJETO


Com 86 mil metros quadrados, a área que vai abrigar o novo cemitério será dividida em seis alas: duas para gavetários, uma para ossuário, uma para cemitério vertical e duas para cemitério-parque, que terão, respectivamente, enterros de gavetas subterrâneas triplas ou sêxtuplas.


 
Avaliado em quase R$ 1 milhão, o local terá ainda capela, almoxarifado, salas administrativas, muro, pistas de caminhada, gramado, jardins, banheiros, oratório, depósito e será circundado por um cinturão verde 6,8 mil metros quadrados.
 


Na ala reservada para a possível construção de um cemitério vertical, poderá ser edificado um prédio de pelo menos 10 andares para necessidades futuras, destinado a milhares de sepulturas. Este espaço poderá ser construído futuramente pela própria Prefeitura ou por outros meios legais.
 


O deputado estadual Luizinho Goebel (PV), que acompanha desde o início os estudos do projeto, visitou a área e elogiou a administração pela obra. “Vilhena precisa de um cemitério público planejado. Tenho orgulho de apoiar esta gestão pois toma medidas pensadas a longo prazo, que são elaboradas com atenção. Assim, em breve, mais um problema antigo será resolvido”, ratifica Luizinho.


 
AMPLIAÇÃO DO CEMITÉRIO ATUAL


Enquanto o novo cemitério é construído, a Prefeitura já providenciou o aumento de cerca de 13% na quantidade de vagas do cemitério Cristo Rei. Serão construídos 20 blocos de gavetários com 52 vagas cada um, totalizando 1.040 novos possíveis túmulos, inspirados em projetos semelhantes em grandes cemitérios do país. O primeiro bloco destes, inclusive, está finalizado e já recebeu quatro urnas neste mês.


 
O secretário Municipal de Obras, Marcelo Boca, responsável pela edificação, explica ainda outras medidas que ajudarão a estender o tempo útil do cemitério Cristo Rei. “A obra dos gavetários é executada pela Secretaria Municipal de Obras, com mão-de-obra própria e recursos também da Prefeitura. Em breve vamos construir também um ossuário, que vai receber as ossadas dos mais de 300 indigentes que estão há mais de cinco anos enterrados no cemitério. Junto das novas 1.040 vagas, essa ação permitirá que o espaço receba novos sepultamentos por cerca de 2 anos, tempo suficiente para a edificação do novo cemitério”, completa Boca.

 

 

 

 

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS