close
logorovivo2

SEGURANÇA PÚBLICA: Inovações tecnológicas são apresentadas para policiais e bombeiros

O governador acredita que estado pode chegar a ter o melhor padrão de segurança pública do país

SECOM

23 de Outubro de 2018 às 09:16

SEGURANÇA PÚBLICA: Inovações tecnológicas são apresentadas para policiais e bombeiros

FOTO: (Secom)

Equipar a segurança pública de Rondônia com o que há mais de mais moderno, preciso e eficiente. Essa é a proposta do projeto PM-RO Mobile que tem substituído a tradicional forma de registrar as ocorrências policiais através de papel e caneta pela digitalização. Mais de 400 kits de tecnologia embarcada serão distribuídas no Estado. Os tabletes começaram ser entregues no dia 11, em Vilhena, e nesta segunda-feira (22) foi a vez da cidade de Pimenta Bueno.

 

Em solenidade realizada no auditório da Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran), o governador de Rondônia, Daniel Pereira, fez a entrega de mais oito kits de tecnologia embarcada, além de oito computadores para Polícia Militar e três para o Corpo de Bombeiros.  ‘‘É uma verdadeira revolução e certamente melhorará o serviço prestado à população’’, disse o comandante da PM, coronel PM Mauro Ronaldo Flores Correa.

 

‘‘A informação já nasce digital. No momento que a ocorrência for registrada já estará no banco de dados. Isso vai facilitar o trabalho do policial que está na ponta, fazendo o patrulhamento. O mobile permite fazer pesquisa nominal, acessar dados através da placa do veículo e qualificar de forma mais técnica a ocorrência’’, disse o secretário executivo do gabinete do governador, capitão Marcelo Victor Duarte Correa.

 

‘‘Nós estamos aposentando papel, caneta e prancheta e todo mundo vai ganhar com isso. O Ministério Público vai ganhar informações mais precisas para poder fazer denúncias, o Tribunal de Justiça vai receber provas muito mais robustas’’, aponta o governador.

 

 

 

SISTEMA DE ANÁLISE CRIMINAL

 

O governador anunciou ainda que agora Rondônia conta com um Sistema de Análise Criminal que custaria cerca de R$ 5 milhões, mas que através de um trabalho conjunto com o Ministério Público foi possível criar a ferramenta a custo zero. ‘‘Ao registrar uma ocorrência, esse sistema georreferencia. É um grande avanço na prestação de serviços na área de segurança pública’’, conta.

 

O coordenador do projeto e promotor da 20ª Promotoria de Justiça, Shalimar Christian Priester Marques, disse que a ferramenta foi inspirada em um modelo criado em Santa Catarina, possui um banco de dados com informações desde janeiro de 2015 até o atual mês, possibilita relatórios dinâmicos, direcionados e com dados que possibilita um trabalho preventivo e preciso da Polícia Militar.

 

‘‘Isso permite direcionar nosso trabalho nos horários e locais que mais necessitam de patrulhamento’’, afirma o comandante da PM. O Sistema de Análise Criminal já está disponível aos policiais através de link, mas deve virar o app inserido no mobile.

 

 

INOVAÇÕES

 

O governador acredita que estado pode chegar a ter o melhor padrão de segurança pública do país. Anunciou que serão distribuídos mil kits de câmera individual (Body Cam) que faz o registro audiovisual da abordagem policial. ‘‘Muitos só conheciam essa tecnologia em filmes, em até 30 dias, será uma realidade em Rondônia’’, garante.

 

O estado também se prepara para fechar o cerco contra criminosos que furtam e roubam veículos. O projeto ‘‘Cerca Virtual’’ consiste na distribuição de câmeras de leitura de placa de veículos em locais estratégicos do Estado e através da integração de informações com o sistema do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

 

O governador disse ainda que R$ 27, 9 milhões das emendas parlamentares impositivas serão destinadas a projetos integradores e prioritários da segurança pública. ‘‘Eu espero que até o final desse ano  100% daquilo que acontece de atividade criminosa no estado de Rondônia os gestores passem a saber de imediato, no Ministério Público, Poder Judiciário, assim como os comandantes. Vamos trabalhar pontualmente, resolver os problemas de insegurança pública e esse é um trabalho coletivo’’ disse.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS