close
logorovivo2

RESIDÊNCIA: Criança de cinco anos é atingida por tiro de espingarda

No hospital a polícia manteve contato com os pais da vítima, no qual relataram que moram numa chácara no Km 133 da BR-364, área rural de Vilhena, sentido Porto Velho

EXTRADERONDONIA

9 de Julho de 2018 às 09:05

RESIDÊNCIA: Criança de cinco anos é atingida por tiro de espingarda

FOTO: (Divulgação)

O fato foi registrado pela Polícia Militar (PM), na noite deste domingo, 8, na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp), em Vilhena.

 

De acordo com o boletim de ocorrência, a PM foi chamada no Hospital Regional de Vilhena (HRV), onde foi informada a guarnição que uma criança de cinco anos havia dado entrada vítima de disparo de arma de fogo.

 

No hospital a polícia manteve contato com os pais da vítima, no qual relataram que moram numa chácara no Km 133 da BR-364, área rural de Vilhena, sentido Porto Velho. E, que por volta das 09h00 de domingo, 8, chegou ao local um velho conhecido da família por nome Paulo Vitor, que pediu para passar o dia com eles e a tarde iria embora.

 

Porém, Paulo tinha uma espingarda de pressão, que possivelmente estava adaptada para calibre 22, tendo atirado em alvos no quintal da residência. Após efetuar alguns disparos, colocou a espingarda sobre um poço localizado dentro da cozinha.

 

Já no período da tarde, Paulo pegou a arma para atirar em patos que estavam na lagoa. Entretanto, no momento que pegou a espingarda, efetuou um disparo que atingiu a criança que estava brincando na cozinha, ao ver que tinha acertado a criança, Paulo pegou a espingarda e seus pertences, pediu desculpas a família e disse que foi sem querer, ou seja, acidental. Depois fugiu do local numa moto XTZ de cor azul. Os pais não souberam informar a placa do veículo.

 

A criança foi socorrida ao hospital por um vizinho. Ela foi atingida por um disparo na mão direita e na barriga, passou por cirurgia, mas seu estado inspira cuidados.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS