close
logorovivo2

GREVE - Vice-presidente do SITETUPERON afirma que movimento não irá párar

A greve continua em 100% de paralisação. Segundo Edilson da Silva, presidente do sindicato da categoria, apenas cinco ônibus transitaram no início desta manhã em companhia de viaturas da Polícia Militiar.

DA REDAÇÃO

11 de Julho de 2011 às 07:56

GREVE - Vice-presidente do SITETUPERON afirma que movimento não irá párar

FOTO: (Divulgação)

Na manhã desta segunda-feira (11), o Vice-Presidente do SITETUPERON (Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Transporte Urbano de Rondônia), Edilson Pereira da Silva, afirmou a reportagem do Rondoniaovivo.com que a greve continua em 100% de paralisação. Segundo Edilson da Silva, apenas cinco ônibus transitaram no início desta manhã em companhia de viaturas da Polícia Militiar.

De acordo com o vice-presidente do SITETUPERON, uma grande movimentação está acontecendo em frente ao portão de uma das empresas de transporte coletivo de Porto Velho. Policiais militares e da COE (Comando de Operações Especiais) estão mantendo a ordem ao local. "Nós não entendemos o por quê de tanto policial em uma manifestação pacífica de trabalhadores. Isso não irá parar o nosso movimento. Vivemos em um país democrático", disse Edilson Pereira da Silva.

INTERVENÇÃO DA GESTÃO

Ainda no domingo (10) o Governo do Estado, por meio do Gabinete de Gestão Integrada (GGI), esteve reunido na SESDEC (Secretaria da Segurança, Defesa e Cidadania) para intervir na paralisação e garantir o serviço de parte da frota de transporte coletivo, pelo menos o mínimo determinado no período de greve e que atenda a população.

Coordenado pelo Secretário Marcelo Bessa e Major PM Ronaldo Correa, gerente de Integração, a COE (Companhia de Operações Especiais) estará de prontidão nas garagens das empresas ou de forma itinerante, para manter a ordem e a segurança. E entre as ações efetivas para minimizar os problemas inclui também a disponibilidade de colocar dois policiais militares em cada ônibus que circular na capital, para segurança e evitar atos de vandalismo ou depredação.

A reunião que decidiu tomar as providências para evitar o caos na cidade teve a participação de membros das empresas de Transporte Coletivo Urbano Três Marias e Rio Madeira, SEMTRAN, Polícia Militar, SESDEC e Corpo de Bombeiro.

Policiais da COE e viaturas da PM estiveram desde a madrugada de hoje (11) na entrada das duas empresas de transporte coletivo para garantir a segurança dos ônibus. Os motoristas e cobradores permanecem paralisados e as empresas estão garantindo a circulação mínima de ônibus pela cidade - apenas cinco veículos - com o auxílio de profissionais que prestam serviço para as usinas.

Ainda assim a situação continua crítica e o caos no transporte coletivo permanece.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS