close
logorovivo2

Comar e Cindacta inspecionam o aeroporto de Cacoal

Comar e Cindacta inspecionam o aeroporto de Cacoal

DA REDAÇÃO

6 de Fevereiro de 2009 às 15:21

Comar e Cindacta inspecionam o aeroporto de Cacoal

FOTO: (Divulgação)

Representantes do Sétimo Comando da Comando da Aeronáutica (Comar-7) e do Centro Integrado de Defesa Aéreo e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta-4) inspecionaram, nesta sexta-feira, o aeródromo (pista de pouso, pista de táxi aéreo e pátio de aeronave) do aeroporto de Cacoal, no interior do Estado. 
Membros do Comar e do Cindacta avaliam se o aeroporto atende às exigências do Ministério da Aeronáutica, a exemplo da medida e qualidade da pista, além da área de levantamento de rampas e obstáculos, que são áreas ao redor do aeroporto. A inspeção foi realizada pela tenente Janine (Comar-7), pelo tenente Charles (Cindacta-4) e pelo sargento Simoney (Comar-7), ambos órgãos de Manaus/AM.
Além de dados a respeito do aeroporto, também foram coletadas informações a respeito da estrutura do município, com relação a hotéis, hospitais, estação de rádio e outros. Os trabalhos foram acompanhados pelo engenheiro Almir Campelo, responsável pela coordenação do projeto e representante do Governo do Estado, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem e Transportes (DER).
O engenheiro explicou que todos os dados coletados serão enviados para a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), no rio de Janeiro e em Brasília. Disse que a tramitação dos documentos pode demorar até 60 dias. Falou também se reuniu com o Anac em Manaus e a Agência se comprometeu em acompanhar a análise dos documentos no Rio e em Brasília, para que a homologação ocorra num prazo menor do que o habitual.
Almir Campelo ressaltou que a presença de membros do Comar e do Cindacta não significa a liberação imediata do aeroporto. Lembrou que a homologação será inicialmente para aeronaves de pequeno porte em razão de o Estado estar licitando as obras da seção de combate a incêndio. “Após essa etapa o aeroporto estará apto a receber voos comercias (grande porte), a partir de meados de junho”, completou. 
O representante do DER disse que a conferência de dados ocorreu dentro do que havia previsto o Governo do Estado, que tem mostrado total empenho para a liberação do aeroporto o mais rápido possível. O investimento no local ultrapassa os R$ 15 milhões.
Responsável por empenhar recursos ao aeroporto quando foi deputado federal, Nilton Capixaba também compareceu ao local.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS