close
logorovivo2

Conmebol quer Copa do mundo com 48 seleções já em 2022.

Durante congresso, Alejandro Domínguez, presidente da entidade, também reforçou desejo pelo Mundial de 2030 na América do Sul.

GLOBESPORTE.COM

12 de Abril de 2018 às 15:44

Conmebol quer Copa do mundo com 48 seleções já em 2022.

FOTO: (globoesporte.com)

O presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, disse nesta quinta-feira (12), durante o 68º Congresso Ordinário da entidade que todas as federações do continente querem que o Mundial de 2022 tenham 48 equipes e não 32 (o aumento do número de participantes está previsto apenas para 2026).

 

- Como nós pensamos grande e porque queremos fazer justiça, quero fazer a entrega de uma carta de solicitação assinada pelos 10 países da Conmebol para que o Mundial de 2022 se jogue com 48 equipes – disse Domínguez, durante o congresso que está sendo realizado em Buenos Aires.

 

Presidente da Fifa, Gianni Infantino também está participando do congresso e se mostrou entusiasmado com a proposta da Conmebol pelo aumento de seleções em 2022.

 

- Foi eu que abri o Mundial para 48 equipes. E temos essa petição da Conmebol, que parece uma ideia interessante. Mas temos que estudar a factibilidade dessa proposta. Se é ou não factível. É algo muito interessante e teremos que estudar a sério – afirmou Infantino.

 

Domínguez também aproveitou o congresso para pedir apoio à candidatura conjunta de Uruguai e Argentina para o Mundial de 2030.

 

- Estamos pedindo que o mundial volte a sua casa quando a Copa completará 100 anos – afirmou Domínguez, fazendo alusão ao primeiro mundial, que foi disputado no Uruguai em 1930.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS