close
logorovivo2

Shopping Rondônia: Como formular o preço correto pelos seus serviços

RONDONIAOVIVO.COM

11 de Outubro de 2017 às 09:48

sem embed
Shopping Rondônia: Como formular o preço correto pelos seus serviços

Uma dos maiores problemas dos empresários é entender se de fato o valor recebido pelos clientes é realmente o valor correto para cobrir os custos dos serviços prestados de forma a obter lucro real.

Talentos Humanos

Tudo começa na mensuração do trabalho realizado junto ao cliente, estabelecendo valores para quaisquer tipo de trabalho, ou seja, precificar bem seus serviços e/ou produtos.
Vejamos como calcular isso:

A conta segue da seguinte maneira: Calcule a hora-homem de cada colaborador, calcule quanto ele custou para à sua empresa para realizar o trabalho ou determinado projeto ou atender ao cliente ao longo do mês.
No exemplo abaixo, vamos utilizar um contrato mensal no valor de R$ 3.000,00 reais mensais.

Colaborador 1
Salário + Benefícios + Impostos trabalhistas: R$ 7.000,00
Hora-homem: R$ 7.000,00 dividido por 160 horas úteis = R$ 43,75
Horas dedicadas ao cliente A no mês: 30 horas
Custo do Colaborador 1 para atender ao cliente A: R$ 1.312,50

Digamos que seja necessários R$ 1.312,50 do colaborador A e mais R$ 1.500,00 do colaborador B, totalizando o valor com mão-de-obra de R$ 1.812,50.

Custos Fixos

Qual é custo fixo mensal da sua empresa? Aluguel, condomínio, telefones, internet, contador, assessoria jurídica, assinaturas de serviços, entre outros.
Para calcular o custo fixo que deve ser cobrado do cliente, some tudo e divida pelo faturamento mensal da empresa.

Supomos que o custo fixo mensal foi R$ 10.000,00
O faturamento mensal é de R$ 50.000,00
Porcentagem do Custo fixo será: 10.000,00 dividido por R$ 50.000,00, que será igual à 20%.

Custos Extras

Engloba gastos com fornecedores, transporte e alimentação se for o caso, digamos que somados foram no valor de R$ 200,00.

Impostos

Jamais esqueça dos impostos, uma empresa enquadrada no simples, provavelmente o imposto será menos que uma empresa com tributação normal, vamos supor que o imposto sobre a nota fiscal a ser emitida seja de 6%, neste caso o imposto a ser pago será no valor de R$ 600,00.

Lucratividade

Agora que sabemos o custo de mão-de-obra, custos fixos, extras e impostos, vejamos se o cliente é lucrativo ou não para a empresa.

Custo com profissionais: R$ 1.812,50

Custo fixo agregado: 20% de R$ 1812,50 = R$ 362,50

Custo extra: R$ 200

Impostos: 6% de R$ 3.000 = R$ 300

Total: R$ 1.812,50 + R$ 362,50 + R$ 200 + R$ 180 = R$ 2.555,00

Se o contrato é de R$ 3.000, seu lucro é de R$ 445,00 com lucratividade próxima a 15%.

Lucro: R$ 3.000 – R$ 2.555 = R$ 445,00

Lucratividade: 445/3.000 = 14,83%

Nas empresas de prestação de serviço, por exemplo, lucratividade mínima é de 20%. Então você está cobrando abaixo do que o mercado considera ideal.

O que fazer?

Caso esteja cobrando pouco, deve-se revisar o fluxo de trabalho para ver se é possível enxugar principalmente o tempo investido no cliente. Quanto tempo é gasto com retrabalho por conta do cliente. Quanto tempo é perdido em reuniões pouco produtivas. Verificar se existem tarefas que podem ser executadas por profissionais menos especializados, que não onerem tanto o custo final para a empresa.

As ações atingem tanto na mudança de processos internos e mudança de equipes ou uma conversa franca com o cliente para mudar certos hábitos. a partir de então ver o que se pode ser evitado (como reuniões improdutivas ou retrabalho), você pode sugerir uma mudança no comportamento do cliente para manter a relação de vocês de forma saudável.

Aí somente em último caso você deve falar em possível aumento do valor do contrato – a não ser que nessa avaliação geral você entenda que as horas contratadas são menores do que as investidas de fato neste cliente.

Saiba mais sobre como receber o valor correto dos seus clientes e faça parte da Elite Empresarial, participe do evento Encontro de Negócios – Empreenda 3.0, maiores informações através do telefone (69) 99224-2552 ou acesse: www.shoppingrondonia.com.br

O evento conta com o Apoio do Sebrae/RO, Câmara dos Dirigentes Logistas de Porto Velho – CDL, Jornal O Madeirão, Rede TV Rondônia, Rádio 93,3 FM, Certifid, Hotel Flamboyant, Top 10 Viagens e Turismo, Ma Chérie Boutique, Site Rondônia ao Vivo entre outros.

Fonte: Redação Shopping Rondônia #shoppingrondonia #empreenda30

MAIS DESTAQUES EMPRESARIAIS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS