close
logorovivo2

HOMENAGEM: Confira a coluna "Lenha na Fogueira", por Zékatraca

“Tu vai no meu show sábado no Mercado Cultural? Vai la por favor. Sete da Noite”.

ZÉKATRACA

6 de Dezembro de 2018 às 09:51

HOMENAGEM: Confira a coluna "Lenha na Fogueira", por Zékatraca

FOTO: (Divulgação)

Diz o dito popular: “Quem não chora não mama”. Por isso mesmo, postei no face “Tu vai no meu show sábado no Mercado Cultural? Vai la por favor. Sete da Noite”.

 

*********

 

O choro valeu a pena, dezenas de amigos estão curtindo, comentando e compartilhando. Vamos nessa que garanto que a festa vai ser das melhores.

 

*********

 

Quero dizer, que todos são convidados especiais. Vai começar o grande ritual venham pajés, curandeiros, umbandistas, pintores, escritores, estilistas! Venham todos os artistas… E o público de modo geral.

 

********

 

O produtor do show que vamos apresentar no Tributo ao Menestrel, é o meu filho Silvinho Santos, não é porque é meu filho não, é que o garoto é bom nesse tipo de espetáculo.

 

*******

 

Aí, terça feira, no ensaio, ele me surpreendeu ao colocar no repertório uma música minha, que nem lembrava mais. “Trem Fluvial” misto de xaxado e baião, música que lhe deu o título, de melhor intérprete do Festival Nacional dos Industriários. que aconteceu em Brasília se não me engano, em 2012.

 

********

 

O que conquistou os mais de 5 Mil expectadores (sentados), presentes ao centro de Convenção Ulisses Guimarães na Capital Federal foi o refrão:

 

********

 

É bode, é gado é peão. É padre, é pastor é irmão. É moça bonita num canto. Mulher parida, muita cachaça e menino chorão”.

 

***********

 

Essa música poucas vezes cantamos e olha que ela foi elogiada por julgadores como Tetê Espíndola Kiko Zambianchi entre outros renomados da música popular brasileira, que faziam parte do júri.

 

************

 

Outra música que estará no repertório do Tributo ao Menestrel, é o Reggae “Conflito Social” que também foi vencedora em um Festival de Música do SESI. “A beradeira estava ali; aparentemente bem feliz; Comprando um ventilador; Importando da Bolívia; Ali naquele camelô… Ali também estava o índio, tava o sem teto e o sem terra; Estava o latifundiário; e o peão pra fazer guerra… E eu estou aqui, somente pra cantar; Dizer que o povo quer; Apenas trabalhar…”

 

**********

 

Aí vem o Bado cantando “Seu Engraxate” e as Pastoras do Asfaltão interpretando o Porto, Velho Porto. M emocionei durante o ensaio ao ver minhas canções serem interpretadas por tão renomados nomes da música de Rondônia.

 

**********

 

E ainda vai ter o Zezinho dos Cobras cantando os forrós que compus pra Banda Os Cobras do Forró. Eita pau, o repertório é composto de samba de breque, bolero, forró, toada de boi e é claro, muito samba enredo na voz do Banana Split e do Thiago Paiva.

 

*********

 

As escolas de samba apresentarão seus sambas de enredo para o carnaval de 2019. No palco comigo, meu irmão amigo e parceiro BAINHA. Não sei se aguentarei tanta emoção.

 

*********

 

Volto a lembrar! Todos são convidados especiais para o Show Tributo ao Menestrel sábado, no Mercado Cultural. A Maria da Chave também já confirmou presença só falta você!

 

**********

 

Tu já viu a Dulce Silva sambando? Se não viu, vai ver sábado no Mercado Cultural, ela estará no palco sambando ao meu lado. Tudo com a devida aprovação da minha querida Ana Santos.

 

*********

 

São João Batista Canta: Meu Caiari Minha Vida de Sinhá Moça e a Abolição ao Ceará de Iracema, Por Marize Castiel, Chagas Neto, Bianor e C abo Omar. Esse é o enredo da escola para o carnaval 2019, que será apresentado em primeiras mão, durante o Tributo ao Menestrel.

 

*********

 

Amanhã falo sobre outras atrações que participarão da homenagem, que a prefeitura via Funcultural vai fazer a esse Cara de Paca – Sílvio Santos.

 

*********

 

Pelo menos nos ensaios, o encerramento está sendo com as marchinhas da Banda do Vai Quem Quer.

 

*********

 

Então a festa vai se transformar no 1º Grito de Carnaval de 2019, apesar de ainda estarmos em 2018. Vai no meu show amigo!

 

 

Dulce Silva será atração

no Tributo ao Menestrel
 

 

A Musa das Torcidas do futebol brasileiro Dulce Silva, será uma das atrações especiais, do show “Tributo ao Menestrel” em homenagem ao compositor Sílvio Santos, que vai acontecer no Calçadão Manelão em frente ao Mercado Cultural no próximo sábado dia 8, uma realização da prefeitura de Porto Velho via Funcultural.

 

Dulce Silva vai se apresentar como principal destaque da escola de samba Acadêmicos do São João Batista, escola da qual Sílvio é o compositor do samba enredo para o carnaval de 2019. “Fiquei muito lisonjeada quando a Aninha esposa do Sílvio me fez o convite. Dançar no palco ao lado dele, será como se fosse meu presente de Natal”, disse Dulce.

 

 

Dulce Silva é colecionadora de títulos em concursos que envolve a disputa de Musa, recentemente foi eleita “Musa das Torcidas” e no próximo domingo dia 9, vai participar do Campeonato de Som Automotivo no quadro “Lava Car Sex” a partir das 10 horas, no Balneário Papo D’skina.

 

No Tributo ao Menestrel, a produção está estudando a possibilidade da Dulce Silva se apresentar apenas de corpo pintado.


 

 

Thiago Paiva outra atração

 

O levantador de toadas do boi bumbá Manhoso de Porto Velho, Thiago Paiva também aceitou o convite e vai ser uma das atrações do show “Tributo ao Menestrel” no próximo sábado. Thiago vem se destacando entre os levantadores de toada de boi bumbá não só em Rondônia, mas, na Amazônia. Recentemente se apresentou em shows distintos, convidado pelos famosos levantadores de toadas Davy Assayague do boi Caprichoso e Sebastião JR do Garantido. “Considero o Thiago como a grande revelação no quesito levantador de toada na Amazônia”, disse Sílvio Santos. Thiago Paiva vai interpretar duas toadas de autoria do Amo do Corre Campo de Porto Velho.

 

 

 

 

Tributo ao Menestrel é um projeto da prefeitura de Porto Velho coordenado pela Funcultural que em sua terceira edição, vai homenagear o compositor Sílvio Santos a partir das 19 horas, do próximo sábado dia 8, no Calçadão Manelão em frente ao Mercado Cultural.

 

 

 

CIRCULAÇÃO

 

Cineamazonia Itinerante começa

a 16ª Edição na cidade de Guajará

 

Tem início nesta sexta, 07 de dezembro, na cidade rondoniense de Guajará-Mirim, a 16ª Edição do Cineamazonia Itinerante – Festival de Cinema Ambiental, que apresenta, na Praça Santa Luzia, filmes de curta metragem com temática ambiental e social para a população, com entrada gratuita.

 

Para a 16ª Edição serão apresentados dez filmes, selecionados de mostras competitivas do Cineamazonia, com 04 filmes de ficção, 05 animações e 01 documentário, assim selecionados: Ficção: “Balanceia”, de Thiago Oliveira e Juraci Júnior, de Rondônia; “A piscina de Caíque” de Raphael Gustavo da Silva, de Goiás; “Crisálida”, de Serginho Melo de Santa Catarina e “Opala azul Negão”, de Renné Brasil de Sa de São Paulo.

 

Entre as animações que fazem parte da 16ª Edição do Cinemazonia Itinerante, estão as cariocas “Miudinho”, de Eliane Gordeff e Cláudio, “O fim da fila”, de William Côgo e “Sviaz”, de Diego Akel, Leo Ribeiro, Felipe Thiroux, Adriane Puresa, David Mussel, Anna Thereza Menezes, Alexandre Bersot, Jackson Abacatu e Ronaldo Oliveira. Fecham as animações os goianos, “O violeiro fantasma”, de Wesley Rodrigues e “O bagre de bolas”, de Luiz Botosso e Thiago Veiga. Fecha a programa o documentário “Xavante, Memória, Cultura e Resistência” de Gilson Costa, de Mato Grosso.

 

Para o cineasta Thiago Oliveira, um dos diretores da ficção “Balanceia”, estar com seu trabalho no Cinemazonia Itinerante é um incentivador, já que “essas exibições nos dão combustível para continuarmos nesse mergulho que é o fazer cinema na Amazônia”. Thiago destaca também que “o reconhecimento internacional que o Cineamazonia conquistou faz com que as produções exibidas sejam vistas por um grande público, não só local”.

 

A 16ª Edição do Cineamazonia Itinerante – Festival de Cinema Ambiental acontece na sexta-feira, dia 07 de dezembro, na cidade de Guajará-Mirim, Rondônia, na Praça Santa Luzia a partir das 19:00 horas. A entrada é gratuita.

 

 


 

 

O Cineamazônia

 

O Cineamazônia – Festival de Cinema Ambiental surgiu há 16 anos na Amazônia Brasileira, com o objetivo de realizar a junção entre a sétima arte e o meio ambiente, divulgando e promovendo a mensagem pela sustentabilidade, o respeito à natureza e à tradição dos povos que dela dependem. Isso sem esquecer de divulgar, integrar e promover discussões em torno da produção de cinema e vídeos nacionais e internacionais, e a formação de plateia e a consciência sócio ambiental.

 

Cineamazônia Itinerante - 16a edição - tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal, Ministério da Cultura, Secretaria do Audiovisual, Lei Federal de Incentivo à Cultura. Apoio Cultural: Prefeitura de Guajará-Mirim.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS