close
logorovivo2

NOVIDADES: Confira a coluna "Lenha na Fogueira", por Zékatraca

Veja as últimas envolvendo cultura, em Porto Velho e região

ZÉKATRACA

30 de Outubro de 2018 às 09:26

NOVIDADES: Confira a coluna "Lenha na Fogueira", por Zékatraca

FOTO: (Assessoria)

Que Deus ilumine a mente do nosso governador eleito Coronel Marcos Rocha, para que consiga formar uma equipe de primeira, para ajudá-lo a administrar nosso estado. Parabéns pela “lavada”.

 

**********

 

Como publicou Carlão Sperança em sua coluna de ontem, 29.

 

**********

 

O cavalo paraguaio - “Expedito incorpora definitivamente o titulo de 'CAVALO PARAGUAIO' nas pelejas rondonienses. Sempre larga na frente em disparada e na reta de chegada desaba. Ainda por cima, com uma derrota tão avalassadora na capital, contamina de vez o projeto de reeleição do seu aliado Hildon Chaves, que já tem predadores fortes no seu encalço, já com as garras afiadas como Leo Moraes e Vinicius Miguel”.

 

********

 

O Coronel Marcos Rocha (PSL) aplicou no Expedito a diferença de 261.156 votos, uma verdadeira “peia”. Aliás, Expedito em confidencia ao baiano Léo Ladeia disse que estava disputando com um NÚMERO e não com uma pessoa. O negócio era votar no 17.

 

********

 

Depois de algumas mancadas, os institutos de pesquisa desta vez acertaram em cheio o resultado da eleição em Rondônia.

 

*********

 

O Coronel Marcos Rocha obteve nas urnas 530.188 votos válidos enquanto que Expedito contabilizou 269.032 votos válidos. Uma diferença como já dissemos, de 261.156 votos.

 

*********

 

Agora a expectativa é na formação do secretariado do Coronel. Ele já mandou um recado: Propina em seu governo nem pensar, quem aceitar e ele descobrir, será demitido na hora. Afinal de contas, ele não está mais com pé quebrado!

 

*********
 

Será que o Expedito perdeu mesmo essa eleição? Ou foi o Maurão de Carvalho o sacrificado. Escrevo isso, porque no primeiro turno, a disputa era quem iria para o segundo turno com Expedito. O Coronel Rocha nem era lembrado, nem mesmo aparecia como ameaça nas pesquisas.

 

*********

 

Acho inclusive, que se o senador Acir consegue registrar sua candidatura, quem estaria disputando o segundo com o Expedito seria ele.

 

********

 

Infelizmente não deu e o Coronel Marcos Rocha entrou na parada, na onda Bolsonaro e se deu bem. Quando ele chegou ao segundo turno, não tivemos dúvida de que seria eleito. O eleitor é assim, vai na onda do momento e a onda de agora, é Bolsonaro.

 

********

 

Pelo discurso proferido no Parque Alternativo durante a comemoração pela esmagadora votação, sentimos que o Coronel Marcos Rocha ao contrário do que muitos falavam, tem sim um plano de governo, por sinal, muito bom para o estado de Rondônia. Que esse Plano seja colocado em prática imediatamente após a posse.

 

********

 

Sabemos que as finanças do estado não estão lá essa ‘BASTEMP”, por isso, como diz o dito popular, “Cautela e Canja de Galinha não fazem mal a ninguém”.

 

*********

 

Precisamos descer do palanque e colaborarmos com a administração do novo governador. Afinal de contas, todos queremos a mesma coisa: O desenvolvimento de Rondônia.

 

********

 

Rondônia hoje, é um estado respeitado em todo o Brasil. Já não vemos a grande mídia divulgando apenas matérias negativas a respeito de nosso estado. Hoje a maioria das matérias são positivas. Então, vamos torcer para que a administração do Coronel Marcos Rocha consiga manter nosso estado como referência na agropecuária, na psicultura, agricultura familiar e quem sabe, com mais um pouquinho de esforço, seja destaque na saúde e na educação.


 

********

 

É fundamental a geração de emprego. Investir em nossas estâncias turísticas e na pesca esportiva, é sinônimo de arrecadação. Nossas festas populares precisam de maior divulgação e mais investimentos.

 

********

 

A transição deve começar imediatamente. O Governador Daniel Pereira já colocou sua equipe a disposição do governador eleito. Mãos a obra que o palanque já foi desfeito.

 

*********

 

Boa Sorte Coronel Marcos Rocha!

 

 

 

Sol da Amazônia, dia Cinco

no Porto Velho Shopping


 

O artista de artes visuais Luciano Pinheiro abre exposição de fotografias “Sol da Amazônia” as 19 horas do próximo dia 5 de novembro, na Galeria de Artes do Porto Velho Shopping. Serão 21 fotografias selecionadas nas dimensões de 0,80 X 1,20 cm. “A pintura e a fotografia sempre foram minha paixão. Por isso sempre busquei retratá-las em meus trabalhos, principalmente o Sol em seu alvorecer e anoitecer, criando assim o hábito de registrar diariamente esses momentos mágicos” declara Luciano.

 

Angella Schilling - Artista plástica, professora e curadora. Membro fundadora da ARL (Academia Rondoniense de Letras) escreve o seguinte sobre o trabalho fotográfico do Luciano Pinheiro;


 

SOL DA AMAZÔNIA

 

A fotografia é considerada hoje, como uma das técnicas das Artes Visuais! Ela cria imagens, arquiva um momento, além de ser uma interpretação da realidade e não uma cópia.

 

O artista tem uma visão e a implanta com a técnica que mais se adequa a seu propósito. É o que Luciano Pinheiro faz.

 

Efeitos deslumbrantes, cores incríveis; é a natureza pintando o céu da Amazônia, e Luciano capta com maestria trazendo esta bela seleção de fotos.

 

A busca pela perfeição e do inusitado, fez com que o artista criasse um hábito: o de fotografar diariamente, no mesmo horário, o mesmo cenário, o que torna estas imagens instigantes.

 

A emoção toma conta ao olhar as obras do Luciano, nos faz sonhar com as cores e composições e construir contos, fábulas, histórias divinas apenas com a percepção de Luciano.

 

Estas imagens são pura fantasia que nos transportam para um mundo encantado e transmitem todo o poder que emana da Natureza Amazônica.

 

O inconsciente do observador é transmutado quando vê e entra nestes belíssimos cenários que, de certa forma é nossa busca também pela harmonia, equilíbrio e paz.

 

Todos, almejamos estar no paraíso e Luciano Pinheiro como artista sensível que é, consegue trazer até cada um de nós, novas formas e padrões.

 

A visão é de magnitude, beleza, leveza de delicados desenhos, formas e pigmentos enquanto nos mostra toda a força deste pôr do Sol do rio Madeira na Amazônia Legal Brasileira; considerado um dos mais belos.

 

Na fotografia, Vale das nuvens, Luciano Pinheiro, capta um momento único, de rara beleza, digno de um Conto de Fadas; de algo superior à nossa imaginação; de transcendência.

 

A Galeria de Arte do Porto Velho Shopping tem a oportunidade de trazer a público um artista que com sua inspiração traz o INCRÍVEL SOL DA AMAZÔNIA.

 

 

 

OPORTUNIDADE

 

Em 2019, técnicos do Bolshoi virão

a Porto Velho fazer mais pré-seleção

 

A Prefeitura promoverá mais uma vez a vinda dos instrutores da Escola Ballet Bolshoi/Brasil para fazer a seletiva na capital em 2019. Será a segunda vez que o Bolshoi fará audição em Porto Velho.

 

Em maio deste ano, os técnicos estiveram na capital, por meio da Fundação de Cultura do Município (Funcultural), para realizar o teste. Pelo menos 250 alunos de todo o estado se inscreveram, passando apenas 14 deles.

 

A segunda etapa da seletiva foi em Joinville (SC). Dos 14 aprovados em Rondônia, apenas dois lograram êxito no teste final na cidade catarinense – Mirela Leão e Caio Julliano Monteiro. Ele, do Ballet do Sesi, tem 11 anos; ela da Escola da Dança D’Palma, tem 10. Esta é a primeira vez que bailarinos de Rondônia conseguem uma vaga na disputadíssima Escola Bolshoi.

 

 

Em janeiro eles seguem para Joinville, onde residirão a partir de 2019. A rotina dos dois será entre as aulas de ballet e o colégio. “Será muito puxado, mas como era o sonho de ambos, acredito que irão de adaptar rápido”, observou a mãe de Caio, Andréia Monteiro.

 

Ainda sem acreditar no que aconteceu, a mãe de Mirela disse que está se preparando para acompanhar a filha, que quer alçar voos cada vez mais altos.

 

O presidente da Funcultural, Ocampo Fernandes, afirmou que trazer os técnicos para fazer o teste em Porto Velho foi a decisão mais acertada, pois, segundo ele, o gasto é muito elevado para as crianças se deslocarem até Joinville ou mesmo para um estado mais próximo para se submeterem à seletiva.

 

“Como são menores de idade, precisam ir acompanhados dos pais, aumentando ainda mais os gastos”, explicou. Para ele, ao realizar a seletiva aqui, cria-se a oportunidade para um número maior de bailarinos participarem, especialmente os de baixa renda. (Comdecom)

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS