close
logorovivo2

PRÉ-ELEIÇÕES: Confira a coluna "Lenha na Fogueira", por Zékatraca

Amanhã teremos a oportunidade de mudarmos a politica do Brasil

ZÉKATRACA

27 de Outubro de 2018 às 09:50

PRÉ-ELEIÇÕES: Confira a coluna "Lenha na Fogueira", por Zékatraca

FOTO: (Divulgação)

Amanhã teremos a oportunidade de mudarmos a politica do Brasil para melhor ou para pior; tudo depende de um clik que daremos na tecla verde. CONFIRMA

 

********

 

Acontece que existe um dito popular que é muito usado, aqui pras bandas do nosso beradão: “Foi contar com o ovo no fiofó da galinha e se deu mal”.

 

*********

 

Vou relatar aos amigos leitores, um fato que aconteceu na eleição de DEPUTADO FEDERAL em Rondônia no pleito de 1962.

 

*********

 

Na semana da eleição o “Bizu” (naquele tempo esse termo era usado para representar as conversas de bastidores), dava conta que não tinha quem tirasse a eleição do candidato: CORONEL ÉNIO PINHEIRO.

 

*********

 

Seu adversário era o Doutor Renato Medeiros. Vamos fazer uma comparação, pelo “Bizu” que corria por todo Território Federal de Rondônia. ÉNIO PINHEIRO que era o candidato da situação, ou seja, dos CUTUBAS ganharia de lavada do Dr. Renato.

 

********

 

Foi então que no último comício de ambos os candidatos, aconteceu um fato que mudou toda a história daquele pleito.

 

********

 

No dia 26 de setembro de 1962, uma caçamba pertencente à prefeitura municipal de Porto Velho, foi lançada contra os partidários do então candidato a deputado federal Renato Clímaco Borralho de Medeiros. Esse episódio ficou conhecido como “Caçambada Cutuba”.

 

**********

 

Em dezembro de 2008 publiquei neste jornal, entrevista como o senhor Milton Rego que confessou que estava no comício e viu como tudo aconteceu. Veja o que ele nos contou na entrevista:

 

**********
 

Zk – Você sabe alguma coisa sobre a história da Caçamba dos Cutubas que invadiu o comício dos Peles-Curtas?

 

***********



Milton Rego– Aquilo foi no comício do Dr. Renato Medeiros que era muito amigo do finado meu pai. Bom, o comício aconteceu na rua dos Tanques (Lauro Sodré) quando veio o "Velho" com a caçamba e meteu no meio do povo, que ia em passeata. Eu estava no comício. O Carlos Melo (Tampinha) vinha correndo e me encontrou, 'Miltinho, Miltinho, vamos lá pra tua casa que to com medo de me prenderem’'. Acontece que ele era funcionário e estava apoiando o Renato, naquele tempo. a perseguição era braba pra quem era contra o governo. O ‘Velho’ motorista para escapar de ser linchado ou preso, foi pra debaixo da caçamba se dizendo uma das vítimas.

 

**********


Zk – Morreu muita gente?

 

***********


Milton Rego – O certo foi que ninguém ficou sabendo se ele foi mandado, ou fez aquilo por conta própria. Ele pagou, terminou os dias em cadeira de roda. Não sei, com certeza, quantos morreram, dizem que foram dois apenas. Agora ferido foram muitos.

 

********

 

Várias outra versões existem sobre o acontecido naquele 26 de setembro, oito dias antes da eleição (naquele tempo a eleição acontecia no dia 3 de outubro). Uma delas diz que foram os eleitores de Renato que começaram a jogar pedra na Caçamba e por isso o motorista invadiu a passeata.

 

*********

 

Só sei que eu já trabalhava na Rádio Caiari e por isso, passei a acompanhar o caso de perto. A frente do Hospital São José ficou lotada de gente, querendo saber sobre os feridos. Renato Medeiros que era Médico estava lá assim como chegou também, o Coronel Ênio Pinheiro.

 

*********

 

Os boatos davam conta que o motorista da Caçamba cumpriu ordens de correligionários de Ênio fato que nunca foi comprovado.

 

*********

 

O certo foi que a CAÇAMBADA CUTUBA fez a maioria dos eleitores de Énio Pinheiro votarem em Renato que venceu a eleição com grande margem de diferença.

 

*********

 

O que quero dizer, é que não se deve contar com o “OVO no da galinha”, pois a maré pode mudar a qualquer momento!

 

**********

 

Amanhã selaremos os destinos do Brasil e de Rondônia para os próximos quatro anos. É bom refletir sobre em quem votar, porque depois de apertar a tecla CONFIRMA Inês é Morta!

 

 

 

Gestores discutem cultura

em encontro de Ariquemes


 

Quinta feira dia 25, a prefeitura de Ariquemes através da Fundação de Cultura, Esporte, Turismo e Lazer realizou no espaço Idio Sohn o 1º Encontro Estadual de Gestores de Cultura.

 

O evento contou com a participação de autoridades e representantes das entidades culturais de vários municípios como Porto Velho que contou com representes da Sejucel, Funcer, Setur; Federação de Grupos Folclóricos – Federon, Sesc Esplanada, Movimento Pro-cultura e UNIR. Marcaram presença também, as representações de Costa Marques, Jaru,Ouro Preto, Ji Paraná, Alvorada do Oeste, Vilhena e Cacoal.

 

O evento teve como objetivo, aproximar os atores que vem trabalhando pelo desenvolvimento das políticas culturais nos municípios, oportunizando conhecer os projetos e ações que vem sendo desenvolvidas nas cidades, a fim de alinhar as ações das gestões municipais em rede, com o intuito de fortalecer a condução dos processos de formulação e atualização de políticas públicas para o setor.

 

Na abertura do encontro, o prefeito de Ariquemes Thiago Flores se disse satisfeito com a presença de representantes devários municípios e autoridades do governo estadual. “A gente costuma dizer que quando a crise financeira bate à porta de casa a medida primeira que se adota, é cortar o supérfluo. Infelizmente, alguns gestores públicos tentamtratar a cultura como supérfluo, essa é a grande realidade” disse Flores prosseguindo: “Não quero cometer os erros de alguns desses gestores, não queremos tratar a cultura do nosso município como supérfluo. por isso quando assumimos tivemos a preocupação de num primeiro momento, dar personalidade jurídica, tirar do papel, uma Fundação que era apenas aparente e torná-la realmente prática porque, quem faz cultura é a sociedade, o estado ou o município tem a obrigação de pelo menos, não atrapalhar”. O prefeito aproveitou para dar as boas vindas a nova equipe do Departamento de Cultura da Fundação: Quero aqui saudar os novos integrantes Lafaiete, Marcos Fuscão uma equipe eminentemente técnica”.

 

Antes do início das palestras, aconteceu a apresentação musical de jovens talentos da APAE. Sob a regência do professor de música Fernando Manuel se apresentaram Lucas (teclado), Paulinho (voz), Aílton (Carron) e na Meia Luz (Antônio).

 

 

 

PALESTRAS

 

A Pró reitora – Proceas/UNIR Marcelle Pereira discorreu sobre o tema “Gestão Pública”; enquanto a presidente da Fundação Cultural de Ji Para Keila Barbosa apresentou como funciona a Fundação; Rômulo Pacífico falou pelo Movimento Pro-Cultura: “Movimento Cultural a Partir da Mobilização dos Artistas”.

 

Representando o governo estadual de Rondônia o superintendente da Sejucel Rodnei Paes apresentou um balanço da sua gestão à frente da pasta da cultura estadual, inclusive exibindo vídeos das maquetes do Museu da Memória e da Cidade da Cultura.O presidente da FUNCER Fabiano Barros baseou sua fala, na questão: “Órgãos Gestores de Cultura - Por que? Para que?.

 

Foi muito bom nosso encontro. Deu uma animada e uma sacudida em todos. Estamos mesmo sentindo a necessidade de nos fortalecer cada vez mais para que tenhamos uma representatividade de fato e de direito na cultura do nossoestado. Parabéns ao Marcos Biesek e sua equipe, pela iniciativa e parabéns a Sejucel pelo comprometimento.

 

 

 

ENCENA

 

Teatro Ruante faz suas últimas

apresentações da temporada
 

O Teatro Ruante, coletivo de Porto Velho, contemplado com o Prêmio Sesc de Incentivo às Artes Cênicas, fará as últimas apresentações da temporada de seu novo espetáculo A muy lamentável e cruel história de Píramo e Tisbe, em Porto Velho. Além disso, haverá uma palestra sobre comicidade no Sesc Esplanada.

 

 

Sinopse

 

Três palhaços, Mazela, Tinnimm e Tuminga, ganham um edital para se apresentarem no dia do casamento do Duque e da Duquesa de Old Port, em pleno Renascimento. Mas o grupo tem apenas três dias para encenarem A Muy Lamentável Comédia, a Mais Cruel Morte de Píramo e Tisbe.

 

 

A peça é um fragmento de Sonho de uma noite de verão, de William Shakespeare, escrita em fins do século XVI. No original, são artesãos que querem se apresentar no castelo, na montagem do Teatro Ruante, os palhaços recriam com a ajuda do público essa “trágica” história de amor.

 


 

Ficha Técnica

 

A partir da obra de William Shakespeare

Adaptação e direção: Adailtom Alves

Palhaços criadores: Bruno Selleri (Mazela), Jamile Soares (Tuminga) e Selma Pavanelli (Tinnimm)

Figurinos e adereços: Selma Pavanelli

Concepção de cenário: Adailtom Alves, Ismael Barreto e Selma Pavanelli

Cenotécnico: Ismael Barreto

Costureira: Rita Magno

Arte: Flávio Dutka

Designer Gráfico: Anael Francis

Produção: Selma Pavanelli e Bruno Selleri

Apoio logístico: Val Barbosa

Toda programação é gratuita.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS