close
logorovivo2

Pré-lançamento do Boto Rock conta com a participação de bandas

Ao todo, 35 bandas se inscreveram para o evento

ASSESSORIA

11 de Abril de 2018 às 17:31

Pré-lançamento do Boto Rock conta com a participação de bandas

FOTO: (Divulgação)

O público que compareceu ao Parque da Cidade na noite de terça-feira (10) para passear com a família ou praticar exercícios físicos pode conferir uma prévia do Boto Rock, festival de bandas locais organizado pela Prefeitura de Porto Velho, por meio da Fundação Cultural, que será realizado nos dias 20 e 21 deste mês, naquele mesmo espaço público.

 

“Hoje nós estamos fazendo o pré-lançamento do festival cujo objetivo é proporcionar oportunidade e visibilidade às bandas autorais de Porto Velho, as que produzem músicas próprias e a outra que interpretam também”, declarou com empolgação o presidente da Funcultural, Ocampo Fernandes.

 

Ao todo, 35 bandas se inscreveram para o evento, que já está sendo considerado o maior festival de rock dos últimos anos no estado. Desse total, segundo garante Ocampo, 25 são autorais. Serão mais de 150 músicos se apresentando nos dois dias do evento. Representantes de todas elas compareceram ao pré-lançamento para conhecer a dinâmica e sentir um pouco do que vai acontecer no grande dia, a exemplo das bandas Vitrola de Ficha, Semáforo, Euritimia e Dom Vinil.

 

“Eu vejo o festival como uma grande janela, uma grande oportunidade de mostrar nosso trabalho para a cidade de Porto Velho. Nós temos um aparato muito grande para esse show. Nunca tivemos a oportunidade de mostrar o nosso trabalho em um projeto com essa magnitude”, disse Rodolfo Menezes, vocalista da banda Euritimia, que é 100% autoral.

 

Gabriel “Babão”, baterista da banda Dom Vinil, formada por três integrantes que cantam e tocam guitarra, baixo e bateria também é só expectativa. Para ele, “o festival só tem a somar porque Porto Velho tem uma galera bem talentosa e que só está esperando por uma oportunidade”. O músico acrescentou que “nunca participou de um festival promovido pela Prefeitura, ainda mais com essa grandiosidade”.

 

No dia do evento serão montados dois palcos e um telão no campo de futebol do Parque da Cidade. Cada banda terá 30 minutos para mostrar seu talento.

 

Nome

 

De acordo com Ocampo, a escolha do nome se deu pelo fato de que há vários anos um vereador aprovou uma lei em que o Boto foi colocado como símbolo da fauna de Porto Velho. “A gente está dando destaque a esse nome porque faz parte do nosso rio Madeira, tem a ver com a nossa terra, com a nossa região e com a Amazônia brasileira”, explicou. Acrescentou que o objetivo é inserir o evento no calendário cultural do Município.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS