close
logorovivo2

Entrevista histórica - Por Selmo Vasconcellos

POR SELMO VASCONCELLOS

17 de Agosto de 2018 às 09:13

 

RITA QUEIROZ – Porto Velho, RO.

 

31 de JULHO de 2011.

 

NOSSA ESTRELA MAIOR DAS ARTES PLÁSTICAS DE RONDÔNIA!

 

ENTREVISTA



SELMO VASCONCELLOS - Quem é e o que faz RITA QUEIROZ dentro e fora das artes plásticas ?


RITA QUEIROZ - Sou uma mulher de 74 anos, realizada como mãe, avó e bisa; sei fazer todo trabalho doméstico, hoje, com algumas limitações. Como artista plástica já realizei inúmeros trabalhos sociais, continuo criando a cada dia, pois vivo o hoje. Estou trabalhando atualmente na exposição intitulada " O Diário de Viagem de Benedita" que será realizada na Casa da Cultura Ivan Marrocos em Porto Velho/RO. Trata-se de uma homenagem à uma das grandes mestras da educação em Rondônia, Benedita Pini.
Paralelamente à essa produção, estou coordenando um grande projeto no seringal Santa Catarina no Rio Madeira, junto às comunidades ribeirinhas, capacitando-as em várias técnicas artísticas, tais como: tecelagem, pintura, desenho, vitral e outras. Esse projeto foi contemplado como Ponto de Cultura, recebendo apoio dos Governos Federal e Estadual.


E como minha emoções continuam pulsando com toda vitalidade, tudo o que faço trazem à tona os meus ideais e meus sonhos.


Porém, com certa angústia, estou percebendo que esses sonhos estão sendo desgastados pelas constantes lutas.


Estamos precisando que novos sonhadores entrem em cena para que nossos ideais e raízes não se percam. Nesse mercado de sonhos é imprescindível retornarmos ao sistema de escambo, ou seja, a troca de sonhos por sonhos, onde a realidade passe a fazer parte novamente do nosso dia-a-dia.


SELMO VASCONCELLOS - Quando e como você descobriu sua vocação para as artes plásticas ?


RITA QUEIROZ - Conheci no Rio de Janeiro, em 1977, uma artista plástica, Clélia Barbosa, que me convidou para conhecer o seu atelier, lá entrei e só sai para minha primeira exposição em 1978, no Selton Hotel.

SELMO VASCONCELLOS - Onde e quando você expôs seus trabalhos ?


RITA QUEIROZ - Expus em várias capitais brasileiras e em vários países da Europa,foram cerca de 20 exposições coletivas e umas 30 individuais. Me considero uma aprendiz, vivo pesquisando e resgatando parte de minha história beradeira, sou uma estudiosa de novas técnicas para serem aplicadas nas artes visuais e inovar a minha arte.

SELMO VASCONCELLOS - Quais as figuras marcantes do universo das artes plásticas que exerceram de certa forma influências em sua vida como artista plástica ?


RITA QUEIROZ - Sou apaixonada pela obra de Tarsila do Amaral, Di Cavalcante, Picasso e Van Gogh e outros da história da arte. Admiro o trabalho de nossos artistas do passado como Afonso Ligório e José Fona, e os do presente, Zoghbi, Sílvia Feliciano, Geraldo Cruz, Margot Paiva, Ângela Shilling e tantos outros que estão dando continuidade à nossa luta.


SELMO VASCONCELLOS - A pintura que você faz pode ser inserida dentro de qual estilo ?


RITA QUEIROZ - Os críticos dizem que sou impressionista, primitiva, mas penso que tenho um estilo próprio. Estou sempre procurando inovar


SELMO VASCONCELLOS - Qual é o seu grande objetivo no momento ?


RITA QUEIROZ - Encontrar respostas para todo esse questionamento acerca da nossa identidade cultural, valorização da nossa arte, através da expressão de nossos artistas, nos mais variados segmentos culturais. Isso significa resgatar nossas raízes, construir museus, pinacotecas, oficinas de arte, bibliotecas que tenham informações sobre toda nossa história, registrando através da escultura, pinturas, fotografia, literatura, vídeo, músicas, teatro. Aqui fica um tema para reflexão... Se não temos ainda nem uma boa oficina para repassar nossos conhecimentos, como acreditar na realização desse sonho? Pensem nisso.

MAIS COLUNAS

Selmo Vasconcellos

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS