close
logorovivo2

ACIDENTE: Avião cai e pode ter matado todos os passageiros

189 pessoas estavam a bordo do Boeing 737 da Lion Air. Pedaços de corpos já foram encontrados no mar, na região do acidente

EM

29 de Outubro de 2018 às 09:28

ACIDENTE: Avião cai e pode ter matado todos os passageiros

FOTO: (Divulgação)

Um avião com 189 pessoas a bordo caiu no mar logo após a decolagem em Jacarta, capital da Indonésia, na manhã desta segunda-feira, 29 (horário local). A aeronave da companhia Lion Air tinha 181 passageiros a bordo, incluindo uma criança e dois bebês, e sete tripulantes. 



As 189 pessoas a bordo do Boeing 737 que caiu nesta segunda-feira na costa da Indonésia "provavelmente" estão mortas, afirmou o diretor de operações dos serviços de resgate do país.


 

As equipes encontraram "pedaços de corpos que não estavam intactos, e isto aconteceu há várias horas, portanto é provável que as 189 pessoas estejam mortas", afirmou Bambang Suryo Aji.



O avião, um Boeing 737-800, voo JT 610, desapareceu dos radares 13 minutos depois de decolar do aeroporto de Jacarta, às 6h20 locais (noite de domingo em Brasília), com destino à cidade de Pangkal Pinang. Segundo autoridades, o avião caiu após atingir 5.200 pés (1.580 metros), e agora estaria no mar, a 35 metros de profundidade.



"É verdade que perdemos o contrato com o voo Lion Air JT 610. Transmitimos a informação às equipes de resgate", declarou Yohanes Harry Douglas, porta-voz da AirNav Indonesia em um comunicado.



"O avião solicitou para voltar à sua base antes de desaparecer dos radares", acrescentou o funcionário, em um comunicado.



O portal de acompanhamento de voos Flightradar mostra, em um mapa, a trajetória da aeronave, um Boeing 737 mAX 8, que, após decolar na direção sudoeste, gira para o sul e depois para o nordeste antes de parar sobre o mar de Java, não muito longe da costa.
 


A Indonésia, um arquipélago do sudeste asiático com 17.000 ilhas e ilhotas, é muito dependente do transporte aéreo, e os acidentes são frequentes. 



O chefe da Agência Nacional de Busca e Resgate do país, Muhammad Syaugi, disse, em entrevista coletiva, que os mergulhadores estão tentando localizar destroços da aeronave. A agência de desastres da Indonésia postou fotos de celulares esmagados, livros, bolsas e partes da aeronave que foram coletadas por navios de busca e salvamento.



Esse é o pior acidente aéreo do país desde o voo da AirAsia, de dezembro de 2014, que matou todas as 162 pessoas a bordo.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS