close
logorovivo2

APÓS 19 DIAS: Jornalista encontrada ferida em estrada vicinal recebe alta

Mãe da jovem destaca a alegria em ver a filha se recuperando, mas ressalta que ela não se lembra de nada do dia do ocorrido; PC ainda investiga o caso

MAIS GOIÁS

26 de Outubro de 2018 às 15:32

APÓS 19 DIAS: Jornalista encontrada ferida em estrada vicinal recebe alta

FOTO: (Divulgação)

Karine Alves de Almeida, jornalista de 24 anos, já encontra-se na casa de uma tia em Goiânia. A jornalista passou 19 dias internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) e recebeu alta no última terça-feira (23). Ela foi hospitalizada após ter sido encontrada ensanguentada, com os dedos e o nariz quebrados em uma estrada vicinal em Hidrolândia, Região Metropolitana de Goiânia, no último dia 5 de outubro. A Polícia Civil (PC) ainda investiga se os ferimentos foram acidentais ou decorrentes de agressão. 

 

A mãe da jovem, Anita Alves, conta que a filha não se lembra de nada do dia em questão. “Ela ainda está muito confusa e para ajudar na recuperação estamos poupando-a de qualquer esforço psicológico. Estamos deixando fluir muito naturalmente”, explica.

 

Anita ainda ressalta a alegria de ver a filha de volta para essa recuperação. Esse processo, segundo a mãe, acontecerá de forma gradativa. A jovem ficará seis meses em acompanhamento com neurologista, fonoaudióloga, fisioterapia e psicóloga. “Ela ainda sente algumas dores no ouvido, ainda não sente a perna direita e apresenta dificuldades na fala e se alimenta de alimentos batidos no liquidificador. Ainda está muito cedo para dizer que ela ficará com alguma sequela.”, destaca.

 

Para isso, Anita conta que teve que sair do emprego de cuidadora de idosos para prestar assistência integralmente para Karine. A mãe da jovem agradece o apoio que recebeu de pessoas que nem conhecia e ressalta isso como uma “força a mais” para acreditar na recuperação da filha.

 

“Recebi apoio de amigos e antigos colegas de classe da Karine, de professores dela e coordenador da universidade que ela estudou. Isso mostra o quanto minha filha é querida. Muitos ainda querem visitá-la, mas pedimos paciência e agradecemos a todas as palavras de apoio”, ressalta.

 

Relembre o caso

 

A jovem foi encontrada em um estrada vicinal no último dia 5 de outubro. Segundo Anita em entrevista no último dia 9, a filha estava ensanguentada e com os dedos e o nariz quebrado. Em depoimento prestado à PC, o namorado da jovem, um biólogo de 40 anos, destacou que voltava com Karine de uma festa, juntamente com uma outra namorada.

 

Segundo ele, Karine foi colocada na carroceria da caminhonete que é fechada e com janelas de vidros, após uma discussão por ciúmes. Durante o trajeto para a casa da mãe, a comunicadora teria quebrado o vidro e pulado do veículo em movimento. O homem ainda ressaltou que só sentiu falta da jovem quando chegou à residência de Anita.

 

Apesar da versão do biólogo, a mãe da jornalista disse que o médico que realizou o primeiro atendimento em Karine, no Hospital Municipal de Hidrolândia, alegou que os hematomas não eram compatíveis com a queda de um carro em movimento. Além disso, a mãe estranhou o fato do homem leva-la direto à exata localização de Karine. Após isso, a jovem foi encaminhada para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo).

 

Investigação 

 

O caso, segundo o delegado Diogo Rincón, não apresenta novidades. Ele conta que aguarda uma melhora de Karine para colher o seu depoimento. “Estamos acompanhando o seu desenvolvimento e ela ainda apresenta confusão mental. Estamos também aguardando o laudo do Instituto Médico Legal (IML) para ajudar das investigações”, explica.

 

Ele destaca que a mencionada segunda namorada, a qual estava no veículo, foi ouvida. Para Rincón, entretanto, o depoimento “não apresentou novidades, ou seja, consistia muito com o que já havia sido dito pelo biólogo”. Diogo ressalta ainda que pode solicitar a prorrogação do inquérito para a conclusão do caso.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS